Hortelã (Menta)

Como plantar hortelã (menta)
Como plantar hortelã (menta)

A hortelã ou menta (Mentha) é um grupo de plantas herbáceas vivazes muito vigorosas, compreendendo várias espécies, das quais muitas são cultivadas pelas propriedades aromáticas, condimentares, ornamentais ou medicinais das suas folhas e caules.

Existem várias espécies e vários híbridos de mentas. Distinguir as mentas ou hortelãs é geralmente uma tarefa difícil, dada a variabilidade e as semelhanças encontradas entre as espécies, subespécies e cultivares, não existindo actualmente consenso nem mesmo entre os especialistas. Na página seguinte encontra uma lista das espécies de hortelã mais comuns.

Nome Comum: Hortelã, Menta
Nome Científico: Mentha
Altura: 1m
Aplicações: Cestos Cobertura de solo Floreiras Maciços Sombras Vasos
Características principais: Aromática
Cor das flores: Branco Lilás Rosa
Crescimento: Rápido
Luminosidade: Meia Sombra
Porte: Herbáceo Rastejante
Rega: Abundante
Tipo de planta: Condimentar Folha Medicinal Planta hortícola
Precauções: Tóxica
Chá de ervas e hortelã (Menta)

Chá de ervas e hortelã (Menta)

Clima

As mentas ou hortelãs são plantas de clima temperado ou ameno, que suportam baixas temperaturas, mas não o congelamento total do solo. Algumas espécies toleram altas temperaturas, como por exemplo a Mentha arvensis.

A hortelã pode ser prejudicada pela exposição ao vento pelo que o local de plantação deve ser abrigado deste factor.

Luminosidade

A hortelã ou menta prefere sombra parcial embora possa ser cultivada em plena luz. Em sombra parcial é mais fácil manter o solo húmido e o ambiente fresco, principalmente se viver num local de clima mais quente.

Solo

A hortelã deve ser plantada de preferência em solo fértil, rico em matéria orgânica e que consiga reter alguma humidade.

Rega

Regue de forma a manter o solo sempre húmido. O ideal é que o solo nunca seque durante o ciclo de crescimento das plantas.

Algumas espécies estão adaptadas a crescer em solos encharcados (por exemplo, a hortelã-da-água M. aquatica, o poejo M. pulegium, a hortelã-da-ribeira M. cervina) e podem ser cultivadas em solo bem húmido ou encharcado, junto de cursos de água, como lagos, ribeiros, etc.

Propagação

A propagação é normalmente feita através de rizomas retirados de plantas bem desenvolvidas, saudáveis e de boas características. Estes rizomas podem ser plantados directamente no local definitivo ou em vasos ou canteiros, sendo as mudas depois transplantadas quando atingem de 10 a 15 cm de altura.

Folhas de hortelã (menta)

Folhas de hortelã (menta)

Como plantar

Para além das características do local e solo preferido das mentas, o espaçamento recomendado entre as plantas varia conforme a variedade a plantar, mas geralmente um espaçamento de 30 a 40 cm entre as plantas é considerado adequado.

A reprodução por sementes é possível, mas é desaconselhado, a não ser para quem está a tentar obter novos cultivares ou híbridos, ou para quem não tem como obter mudas ou rizomas.

É necessário algum cuidado na plantação de hortelã ou menta, pois a maioria das espécies torna-se invasora espalhando rapidamente sobre o terreno. A plantação deve ser mantida sobre controle, cortando as plantas para impedir que se espalhem para fora da área a elas destinada. Em hortas domésticas, é mais conveniente cultivar a hortelã em vasos, jardineiras ou outro recipientes, para restringir mais facilmente o seu crescimento e impedir que se espalhe e invada o espaço destinado a outras plantas.

Outro cuidado é estabelecer uma rotina de adubações mensais durante as fases de crescimento das plantas. Ou então, adube sempre que as plantas apresentarem sinais da falta de nutrientes, como folhas amareladas ou estagnação do crescimento.

Colheita

A colheita pode ser feita a partir do momento em que as plantas se encontram bem desenvolvidas. O melhor momento para colher é quando as plantas estão a florescer, pois neste período seu sabor e aroma são mais intensos, uma vez que a concentração de seus óleos essenciais se torna máxima. Corte as hastes acima do primeiro ou segundo par de folhas ou colha apenas as folhas necessárias. É possível fazer a colheita de todas as hastes três vezes por ano, por quatro a seis anos sem necessidade de replantação. O desbaste da colheita também favorece o controle das plantas tornando-as mais compactas.

Cuidados a ter com a hortelã

Apesar de muito usado, o poejo contém uma alta concentração do óleo essencial pulegona, que é muito tóxico, de forma que o seu uso deve ser moderado. Outras mentas também contêm pulegona, mas em menor concentração.

Mulheres grávidas devem evitar totalmente o consumo de poejo e de todas as outras hortelãs.

Na página seguinte encontra uma lista das espécies de hortelã mais comuns.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *